MANKENBERG GmbH Industriearmaturen - Regelarmaturen für die Lebensmittel- und Getränkeindustrie

Indústria alimentar e de bebidas

Aplicação: Alimentação de CO2 para instalações de engarrafar

A solução da Mankenberg

DM652FSo DN 32

Descrição da instalação
Na produção de bebidas, aplica-se CO2. O gás é gerado pela evaporação do CO2 liquefeito de uma bateria de reservatórios sob pressão.

Função da válvula
Em serviço estão 2 evaporadores com um desempenho de 2000 kg/h cada (2 x 1080 Nm³/h de gas CO2).
Uma válvula redutora de pressão reduz este desempenho de 15 a 17 bar para 11 a 12 bar de pressão do processo.
A desejo do nosso cliente, trabalham 2 válvulas do mesmo tipo em funcionamento paralelo. No caso da falha breve de um circuito, um regulador tem que assumir o desempenho completo de 2 evaporadores para permitir o processo contínuo da produção.

A vantagem para o cliente

A válvula fiável e de alto desempenho, é caracterizada por uma construção compacta e leve. O circuito de comando normalmente habitual para a pressão secundária, foi substituído por razões de manuseamento, por um orifício de comando interno e na cabeça da válvula foi instalado um manómetro.

 

Druckminderventil DM 652 CO2-Einspeisung für Abfüllanlagen

 

 

Aplicações: Instalação de lavagem de garrafas

A solução da Mankenberg
DM652F DN 50

Descrição da instalação
No âmbito da produção de bebidas e do seu engarrafamento, as garrafas vazias passam pela instalação de lavagem antes de serem enchidas de novo.

A função da válvula
A válvula redutora da pressão reduz 10 m³/h de água de 6,5 a 7 bar para 0,8 a 1,0 bar.
O dimensionamento da tubagem DN 65 era pré-definido pelos planos. Além disso o sistema de tubagens é esterilizado sem pressão em intervalos com vapor saturado de 100°C.


A vantagem para o cliente

Para diâmetro nominal pré-definido, a DM 652F é uma válvula de alto desempenho especial, caracterizada por construção leve e compacta. A manutenção da válvula é rápida e fácil graças ao sistema de braçadeira.

 

Aplicação: Alimentação de ar esterilizado para cubas de cerveja

A solução da Mankenberg

DM582F DN 25

Descrição da instalação
As cubas de cerveja são desinfectadas com lixívia de hidróxido de sódio (NaOH). Na cuba encontra-se sempre dióxido de carbono (CO2) do processo de armazenamento. A reacção do dióxido de carbono com a lixívia de hidróxido de sódio gera carbonato de sódio (soda) e água
(2 NaOH + CO2 -> Na2CO3 + H2O). No fundo da cuba forma-se lama de soda indesejada.
Isto pode ser impedido se a cuba for enxaguada com ar (esterilizado) antes da aplicação de NaOH.
O CO2 é soprado e impede-se a formação de soda.

Função da válvula
A rede de ar esterilizado da fábrica de cerveja oferece uma pressão de 7 a 8 bar. A cuba é enxaguada com 165 Nm³/h de ar esterilizado - com uma pressão reduzida para 1 a 2 bar. Isto é realizado pela válvula redutora de pressão.


A vantagem para o cliente

Esta aplicação é o caso padrão de utilização do tipo DM502; uma opção de baixo custo aquando de requisitos de desempenho reduzidos (valor KVS limitado). Dado que no sector alimentar se deve satisfazer requisitos higiénicos especiais, neste caso aplica-se a válvula (tipo DM582) totalmente em aço inoxidável. Na válvula, pode montar-se directamente um manómetro.

As válvulas CrNiMo de repuxo profundo são caracterizadas pela resistência à corrosão e pela qualidade da superfície (electroplível). Além disso o regulador fiável, sem energia, é de manutenção fácil graças ao sistema de braçadeira integrado.

 

Weiterführende Informationen

 
TopoImprimir